® 2012/2019 by Revista Mundo da Fama On Line

Casa das Caldeiras conta sua história na Jornada do Patrimônio 2019

09/08/2019

A Casa das Caldeiras - um dos mais importantes patrimônios históricos da cidade de São Paulo

 

 

A Casa das Caldeiras, se abre mais uma vez para a cidade durante a Jornada do Patrimônio 2019, convidando a população para uma imersão em sua memória que se mistura com a história do bairro e da cidade de São Paulo.

 

Casa das Caldeiras promove visitas monitoradas durante a Jornada do Patrimônio 2019

 

A Casa das Caldeiras - construção fabril localizada na Avenida Francisco Matarazzo (no Bairro da Água Branca) e um dos principais patrimônios históricos da cidade de São Paulo - celebra sua participação na memória dos paulistanos, abrindo suas portas gratuitamente nos dias 17 e 18 de Agosto de 2019, entre 9h00 e 16h00, como parte da programação da Jornada do Patrimônio 2019.

 

Serão duas sessões diárias de monitoria sobre a história da Casa das Caldeiras, Oficinas e Apresentações de processos de artistas convidados e artistas em residência do programa Obras em Construção, com obras que dialogam com o tema “Nossas histórias e Memória”, seja em forma de lembranças, memória afetiva ou imagens simbólicas. 

 

Os participantes farão uma imersão na memória do bairro e poderão conhecer a história da Casa das Caldeiras desde a sua construção, passando pelo seu processo de tombamento em 1986 pelo CONDEPHAAT como patrimônio histórico da cidade de São Paulo. 

 

O espaço, que foi restaurado e revitalizado em 1998-1999, foi transformado em um polo que tinha como intuito se relacionar com a cidade de diferentes formas. Desde então, um novo tipo de energia passou a ser gerada ali: a energia criativa. E a Casa das Caldeiras ganhou uma nova e intensa ocupação, que foi se consolidando e se transformando ao longo do tempo, em um movimento contínuo de conexões e criações.

 

 Fotosdivulgação

 

Abriu suas portas para os artistas, empresários, pesquisadores, educadores, produtores culturais, estudantes… cidadãos e cidadãs. E após alguns anos, passou a ser reconhecida como palco de eventos culturais, sociais, privados e corporativos, valorizando os encontros, as relações sociais e a construção de novas histórias. Muitas dessas histórias construídas, foram desaguando de diversas formas pela cidade. 

 

Ao longo do tempo, a Casa das Caldeiras se tornou um polo de cultura independente e de eventos que é referência em São Paulo, com importantes programas como o Obras em Construção (Residência Artística), TODODOMINGO Musical em SP (projeto com foco na produção cultural independente), AREDE (projeto que valoriza novas formas de realizar celebrações, com responsabilidade social, ambiental e afeto), Manual em Família – A arte de educar e aprender (Projeto de sensibilização com famílias e profissionais da Assistência Social que tem seu trabalho pautado no trato com essas famílias), entre outros.

 

Para dar conta de todo este movimento, em 2005 foi criada a Associação Cultural Casa das Caldeiras (ACCC), uma organização da sociedade civil de interesse público e sem fins lucrativos, que desenvolve projetos de ocupação artística e cultural, pautados no desenvolvimento humano, no exercício da cidadania e na valorização do patrimônio. 

 

Com uma estrutura notável, de importância histórica e presença física, a Casa das Caldeiras se tornou um monumento rico de significados. Com suas três chaminés de mais 30 metros de altura e suas caldeiras remanescentes, a visita monitorada tem como objetivo convidar a população que pode desbravar essa arquitetura única e tão convidativa. 

 

 Fotosdivulgação

 

Abrindo sempre suas portas para a cidade, a Casa das Caldeiras é um patrimônio histórico que se mantém repleto de vitalidade, através de uma ocupação diversa e muito dinâmica que fazem com que essa energia continue circulando, de forma cada vez mais potente. E assim caminha para os seus cem anos de história. 

 

De alvenaria de tijolos e chaminés, o edifício remete os passantes à memória viva do período em que a cidade se transformou em metrópole e é hoje uma fábrica movida a criatividade, histórias e encontros.

 

Para mais informações: www.facebook.com/casadascaldeiras 

 

CASA DAS CALDEIRAS NA JORNADA DO PATRIMÔNIO 2019

Quando: 17 e 18 de agosto de 2019 - Horário: 9h00 e 16h00

Entrada Gratuita - Classificação Livre

 

PROGRAMAÇÃO:

Visita Monitorada sobre a história e memórias da Casa das Caldeiras

Dias: 17 e 18 de Agosto de 2019

Percurso de Deriva: 9h00

Monitoria afetiva da Casa das Caldeiras: 14h00 

O roteiro consiste em uma deriva pela Avenida Francisco Matarazzo, mais precisamente entre os viadutos Antártica e Pompéia.

 

Passando pela Casa das Caldeiras e Casa do Eletricista, edificações remanescentes das Indústrias Reunidas Francisco Matarazzo, seguindo em uma direção imaginada pelas outras fábricas que faziam parte do complexo.

Roteiro Indústrias Reunidas Francisco Matarazzo

Duração: 3 horas

Lotação: 30 pessoas cada grupo

Inscrições: https://forms.gle/5L35ZQYdJQfZmH7H9 

 

Oficina Fotografia da História - O registro arquitetônico das cidades

Após conversa sobre o trabalho de fotógrafos brasileiros conhecidos pelos seus registros da arquitetura e história da cidade, os participantes vão circular pelo espaço da Casa das Caldeiras e pelo centro da cidade, para fotografar, com o próprio celular ou câmera que possuir, prédios e lugares históricos. Ao final, as fotos produzidas serão analisadas para uma reflexão sobre o olhar de cada participante e sobre a importância deste registro tão único. 

 

Com João Bertholini - Fotógrafo com formação em Jornalismo pela Faculdade Cásper Líbero, em São Paulo.

 

Passou pela Editora Globo e pelo jornal Valor Econômico, e atualmente colabora com revistas como Marie Claire, Vogue, VejaSP, Claudia, Carbono, além de marcas e agências de publicidade, e ter colaborado nos cinco últimos anos da revista Wish Casa, especializada em arquitetura e design. Foi artista residente da Casa das Caldeiras com o projeto "Poema para os Vivos", em que fotografa pessoas trans e lgbts que questionam identidades e performatividade de gêneros.

 

Tem também extensão da graduação em História Social da Arte, pela PUC-SP.

Vagas: 12 - Duração: 3 horas  

Quando: 17 de Agosto de 2019 (sábado) 9h00 e 13h00 (duas turmas)

Contato: jbertholini@gmail.com sinalizar o horário desejado na inscrição

 

Oficina Corpo memória - Experimento sensorial a partir das memórias do corpo e do corpo no espaço. Destinado a qualquer pessoa que tenha interesse em pesquisar os movimentos e as memórias do corpo.

 

Com Carlos Maldonado: Psicólogo e artista, pesquisa o palhaço, teatro de improviso e danças contemporâneas há mais de uma década. Interessado no movimento do corpo a partir da relação corpo/espaço, das percepções sutis e do estado de presença. 

Quando: 17 de Agosto de 2019 (sábado)

Horário: às 15h00 

Duração: 1 hora 

Contato: barbantemaldonado@gmail.com 

 

Performance-coleta-pesquisa sobre a memória que reside nos materiais pelo artista residente Leo Ceolin - no Salão Principal

Duomo com projeção oceanográfica "Mantas do Brasil" no Salão Principal - sobre o nosso patrimônio natural, vídeo Dúo Jurásico do artista residente venezuelano Víctor Gee Rosales - no Túnel

 

Apresentação espetáculo "Arribar - Histórias de Beira de Caminho" da Cia dos Afetos Quando: 18 de Agosto de 2019 (domingo) - Horário: 15h00 - no Salão dos Tanques

 

Onde: Casa das Caldeiras - Endereço: Avenida Francisco Matarazzo 2000 Água Branca - CEP: 05001-200 São Paulo SP

E-mail: contato@casadascaldeiras.com.br

Telefone:(11) 3873-6696 / 3675-1799

 

 

 

 

 

 

 

Por Luciana Gandelini - SP

Colaboradora na RMF/OnLine

Please reload

Destaques

PABLLO VITTAR COMENTA SEU NOVO CLIPE ‘AMOR DE QUE’ NO PRÓXIMO ‘MTV HITS’

06/12/2019

1/10
Please reload

Ultimas Noticias
Please reload

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

Please reload