• RMF

Angélica diz que pandemia é ruim, mas pode deixar legado bom


Para ela, "essa pandemia não pode ser por nada". "Ela tem que deixar esse legado, das pessoas se ajudando", diz

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A apresentadora Angélica, 46, em uma entrevista com Suzana Pires, publicada no instagram da atriz nesta sexta-feira (17), disse que a pandemia do novo coronavírus tem o lado ruim, mas pode deixar um legado bom.

Para ela, "essa pandemia não pode ser por nada". "Ela tem que deixar esse legado, das pessoas se ajudando", diz. "E esses jovens estão vendo isso: os projetos, as doações. Isso de ruim pode deixar um legado bom. A gente estava indo pra um caminho meio superficial. Aí vem uma coisa horrorosa dessa dizendo que o raso não funciona: tem que se aprofundar, tem que olhar no olho", prossegue.

"Tenho pensando mto nisso e está me dando mais esperança, de que esses jovens serão seres humanos melhores do que esses que a gente está vendo por aí."

Casada com Luciano Huck, a artista também falou sobre como educar seus três filhos, Joaquim, 15 e Benício, 12, e Eva, 7, em tempos de disseminação do ódio na internet.

"Está tudo muito complicado, difícil, até mesmo a internet pode ser usada pra coisas boas, mas às vezes ela usada não pra isso mas pra distribuir raiva, ódio e mentira. Está tudo meio invertido e é o mundo das crianças também. É assustador pra quem é mãe ver esse ódio estampado, como controlo isso?"

Angélica prossegue trabalhando no novo programa na Globo, Simples Assim, que ja nasce com a possibilidade de sofrer mudanças por causa da pandemia. Está em questão como será um quadro em que Angélica mediaria conflitos de pessoas anônimas de uma mesma família. cred:noticiasaominuto


3 visualizações

   ®2020 by Revista Mundo da Fama On Line