• RMF

Dia Internacional das Mulheres


Influenciadora Alexandra Gurgel apoia campanha com histórias de superação para empoderar mulheres e fomentar igualdade de gênero

Intitulada de “Não me diga não!”, campanha teve início em 29 de Fevereiro e foi finalizada com um vídeo a ser lançado no dia 8 de Março; redes sociais da iniciativa estão online e trazem histórias de superação.

Está online a #alguemmedissenao, uma campanha que visa chamar a atenção para a importância da luta feminina por seus direitos, enfocando o empoderamento feminino e igualdade de gênero, com objetivo de aumentar a visibilidade feminina e dar voz às mulheres. Para apoiar a campanha foi chamada a influenciadora digital e youtuber Alexandra Gurgel, criadora do movimento Corpo Livre, que fala sobre positividade corporal e gordofobia na internet. O movimento nasceu em 1996, nos EUA. Lá ele é chamado de “body positive”. A ideia é que as mulheres desconstruam o padrão de corpo perfeito e possam amar seus corpos, sejam eles qual for. A campanha teve início no bloco Siga Bem Caminhoneira, que aconteceu no dia 29 de fevereiro em São Paulo. Durante o bloco, foram coletadas histórias de mulheres que ouviram "não" em algum momento de suas vidas pelo fato de serem mulheres. Além disso, todas as participantes do bloco foram convidadas a postar uma foto usando a hashtag #alguemmedissenao e com uma legenda que mostrasse o que esse "não" impactou em suas vidas. A parte final da campanha culminará em um vídeo com as melhores histórias. Depois, as participantes do vídeo serão convidadas a dirigir um caminhão por um dia - profissão considerada ‘masculina demais’. Também estão sendo gravados vídeos com mulheres caminhoneiras e do setor de logística que contam sobre o dia a dia da profissão, suas dificuldades e desafios de como é ser mulher na profissão e como é “movimentar” o PIB do Brasil. Ademais, serão contadas histórias de mulheres em outras áreas, como o esporte. Com o mote “o carnaval é brincadeira, mas agora a conversa é séria” os vídeos serão lançados no Dia Internacional das Mulheres, 8 de março, com o manifesto da hashtag #alguemmedissenao.

Algumas histórias compartilhadas nas redes sociais e fotos do bloco:

“Já passei por situações de perder emprego, por me falarem que eu não transmitia credibilidade. Eu percebi que entrou um colega no meu lugar que já tinha dado muitos problemas, mas ele tinha essa credibilidade, por ser homem”.“Superei isso a partir do momento que conheci mulheres que me fortaleceram e olharam para mim e falaram que também passavam por isso e para se juntar a superar tudo isso. A partir disso, criei conexões e forças para combater esses preconceitos”.

Por Melissa Santos Leite de Castro - SP

Colaboradora na RMF

#gênero #igualdade #AlexandraGurgel

11 visualizações

   ®2020 by Revista Mundo da Fama On Line