• RMF

Com casa cheia, Nádia Figueiredo é ovacionada em Portugal no show de seu primeiro CD, ‘Meu Idioma É


A cantora, que fez sua estreia em carreira solo na Europa, se apresentou na última sexta-feira na Casa da Música, no Porto

Nádia Figueiredo encantou o público presente na Casa da Música, no Porto, em Portugal, na última sexta-feira, dia 13. A cantora se apresentou com o show de seu primeiro CD, Meu Idioma É o Amor e foi ovacionada pelas pessoas em sua apresentação.

“Fiquei muito emocionada e feliz com o carinho que recebi. Foi gratificante poder atingir o coração do público português e ter uma verdadeira troca com ele. Foi uma grande oportunidade de mostrar o trabalho que vem sendo construído com muito foco, dedicação e amor e já estamos em negociação para outros shows pela Europa”, contou Nádia, que ainda recebeu alguns fãs no camarim: “Depois do show recebi algumas pessoas da plateia no camarim e autografei alguns CDs, nas redes sociais também recebi muitas mensagens de carinho e elogios ao show. Fiquei feliz demais em ter este retorno tão positivo”.

Lançado em abril deste ano pela Biscoito Fino, Meu Idioma É o Amor é marcado pelo crossover, onde existe a fusão de dois estilos musicais, um verdadeiro passeio entre o clássico e o popular. O CD contou com participações para lá de especiais, como foi o caso da música que abre o disco, “A Paz”, composição de Gilberto Gil, que no CD canta e toca violão, e João Donato no piano, do cantor Max Wilson na icônica “Dio, como te Amo!”, do mexicano Plácido Domingo Jr. (filho do célebre tenor espanhol) em um dueto no standard "The Way You Look Tonight" e do pianista Luca Rasca, superpremiado na Itália.

Com nove faixas, o álbum, produzido pelo renomado Guto Graça Mello, traz Nádia cantando em quatro idiomas, português, italiano, russo e inglês:

“Eu não queria cantar somente em português. O crossover me dá a liberdade de explorar mais de um gênero musical, eu quis ter a mesma liberdade em relação às canções de outras nacionalidades, cantando em outros idiomas. O amor que tenho pela música é um só, independente do estilo ou do idioma que estou cantando, por isso o título ‘Meu idioma é o amor’”, explica.

Fotos:Antonio Teixeira

Sobre Nádia Figueiredo

Nádia Figueiredo começou a cantar e tocar violão aos 10 anos e aos 11 já participava de festivais de música na escola. Aos 14 anos começou os estudos de violão clássico e há onze anos apaixonou-se pelo canto lírico.

Graças ao timbre e à extensão vocal privilegiados, consegue transitar entre o lírico e o popular e já cantou em vários palcos nacionais e internacionais, em diferentes idiomas: espanhol, esperanto, francês, hebraico, hindi, inglês, italiano, latim e russo.

Em 2013, uma de suas composições que fala de aquecimento global, foi tema de uma exposição na Rússia. Em 2014, uma composição sua em esperanto ganhou destaque internacional e foi considera pelos esperantistas como uma das músicas mais bonitas ouvidas nesse idioma. Em Abril de 2017, ela recebeu a medalha Cinquentenário das Forças Internacionais de Paz da ONU.

Em maio de 2017, foi convidada para participar da turnê do cantor brasileiro Daniel na Europa, cantando ao lado dele a música “Con te Partirò”. No mesmo mês, Nádia fez uma turnê por grandes teatros brasileiros ao lado do cantor Plácido Domingo Jr., filho do tenor Plácido Domingo.

“Nádia Figueiredo é um incrível talento brasileiro. Voz e artista linda! Ela é uma daquelas pessoas brilhantes, quando você conhece não esquece mais”, este é o relato da cantora lírica Anna Netrebko, a primeira artista clássica a entrar para a lista TIME 100, das 100 personalidades mais influentes do mundo segundo a revista norte-americana TIME.

Por Aline Nobre | Nobre Assessoria - RJ

Colaboradora na RMF/OnLine

#NádiaFigueiredo

6 visualizações

   ®2020 by Revista Mundo da Fama On Line