• RMF

Beyoncé declara em discurso: 'Direitos LGBTQ são direitos humanos'


Jay-Z também falou sobre a relação com sua mãe

Nesta quinta-feira (28) a cantora Beyoncé e seu marido, o rapper Jay-Z, foram homenageados no '30º GLAAD Awards', que aconteceu em Los Angeles, nos Estados Unidos, e reuniu celebridades e nomes importantes da luta dos direitos da comunidade LGBTQ.

Ao receberem o prêmio 'Vanguard', que reconhece a contribuição de famosos para a comunidade, o casal acabou fazendo discursos bastante emocionados. Jay-Z falou sobre sua mãe, que assumiu ser lésbica na faixa 'Smile' do álbum 4:44, e disse que era um grande exemplo de mulher.

Beyoncé foi além e, quase chorando, disse que é importante as sociedades protegerem a população LGBTQ, que são hostilizadas e marginalizadas por todos:"Nós estamos aqui para promover o amor para todos os seres humanos e a mudança começa ao apoiar as pessoas perto de você. Então vamos falar que eles são amados e lembrá-los que são lindos, vamos protegê-los... Gostaríamos de pedir que continuemos a mudar os estigmas nesta comunidade", disse a cantora.

A estrela também pediu para que os pais amem e aceitem seus filhos como eles são: "Especialmente os estigmas em famílias negras para aceitar homens e mulheres queer negros e pardos em todo o mundo", continuou e dedicou o prêmio ao seu tio Johnny: "Foi o homem gay mais fabuloso que eu já conheci, que ajudou a criar eu e minha irmã Solange... Ele viveu sua verdade, ele foi corajoso e sem remorso durante um período em que este país não estava aceitando. Testemunhar sua batalha contra o HIV foi uma das experiências mais dolorosas que eu já vivi", revelou a cantora, que quase não conseguia falar. cred:noticiasaominuto


1 visualização

   ®2020 by Revista Mundo da Fama On Line