• RMF

Datafolha: Haddad é o mais rejeitado no Sul, Sudeste e Centro-Oeste


Últimos dados indicam que o Centro-Oeste é a região que atualmente mais rejeita Haddad (48%)

Embora Jair Bolsonaro (PSL) tenha, nacionalmente, a maior rejeição entre os entrevistados da pesquisa Datafolha, mais pessoas dizem que não votariam de jeito nenhum em Fernando Haddad (PT) no Sul, Sudeste e Centro-Oeste.

Os números, que já apontavam para essa maior rejeição a Haddad nas três regiões, haviam sido registrados no Datafolha da terça (2) e continuam na pesquisa divulgada nesta quinta-feira (4).

Os últimos dados indicam que o Centro-Oeste é a região que atualmente mais rejeita Haddad (48%), quatro pontos percentuais a mais que na pesquisa da terça.

O Sul, que liderava essa porcentagem com 52%, recuou e agora apresenta 46%, abaixo do Centro-Oeste e do Sudeste. No entanto, ainda é a região que menos rejeita Bolsonaro, com 36%.

No Sudeste, a porcentagem se manteve estável, com 47% dos eleitores afirmando que rejeitam Haddad. Já 40% não votam em Bolsonaro.

As outras duas regiões do país quebram esse padrão. No Nordeste, a rejeição a Bolsonaro (59%) é maior que o dobro da porcentagem de Haddad (25%).

No Norte, Bolsonaro não é votado de jeito nenhum por 45% dos eleitores, enquanto Haddad por 34%.

Os resultados em todo o Brasil da pesquisa Datafolha apontam que Bolsonaro tem 45% de rejeição, enquanto Haddad tem 40%. Foram ouvidos 10.930 eleitores em 389 cidades do país entre a quarta (3) e quinta.

A margem de erro do levantamento, contratado pela Folha de S.Paulo e pela TV Globo, é de dois pontos percentuais para mais ou menos. O nível de confiança, que é a chance do resultado em retratar a realidade, é de 95%. A pesquisa foi registrada no Tribunal Superior Eleitoral com o número BR-02581/2018. Com informações da Folhapress. cred:noticiasaominuto


0 visualização

   ®2020 by Revista Mundo da Fama On Line