• RMF/Diogo Locci

Caixa Cubo Trio


O Caixa Cubo Trio volta aos palcos do Tupi com força total para apresentar de primeira mão o trabalho apresentado no Exterior.

Recém-chegado de extensa turnê pela Europa em Junho/Julho, quando realizaram mais de 20 shows em importantes casas de show e festivais pela Alemanha, Holanda, Noruega, Dinamarca e França, o Caixa Cubo Trio volta aos palcos do Tupi com força total para apresentar de primeira mão o trabalho apresentado no Exterior.

O trio vai trazer a efervescência das músicas que incendiaram palcos como o Jazz a Vienne e o Riverboat Jazz Festival e também sofisticadas e elegantes nuances desenvolvidas em um álbum inédito gravado no estúdio Klarlyd, do mestre e parceiro Célio Barros, em Haltdalen, na Noruega, a ser lançado em 2019.

No repértório: Remexendo (Radamés Gnatalli), Lamentos no Morro (Garoto), Maricotinha (Dorival Caymmi) e Arrastão (Edu Lobo e Vinicius de Moraes). O trio é formado por Henrique Gomide (piano), Noa Stroeter (baixo) e João Fidelis (bateria).

ARRIGO BARNABÉ CANTA ROBERTO CARLOS E ERASMO
Dia 23 de Setembro. Domingo. 21h. R$ 80,00

Fotosdivulgação

Depois de Caixa de ódio, um mergulho no universo das canções Lupicínio Rodrigues, agora Arrigo Barnabé interpreta Roberto Carlos e Erasmo Carlos em seu novo show. Arrigo reinterpreta as canções de Roberto e Erasmo de um modo novo, original e cuidadoso: inova mantendo e realçando o sentido original delas.

Partindo do sentido das canções, Arrigo traz a jovem guarda à tona, recriando as canções de Roberto Carlos e Erasmo Carlos, que habitam nosso imaginário, acompanhado pelos músicos Paulo Braga, no piano e Sérgio Espíndola, no violão.

No show, a escolha do repertório transita entre canções acentuadamente românticas, líricas – Como é grande o meu amor por você (Roberto Carlos), Gatinha manhosa (Roberto Carlos e Erasmo Carlos), Os seus botões (Roberto Carlos e Erasmo Carlos), Eu te darei o céu (Roberto Carlos e Erasmo Carlos) Detalhes (Roberto Carlos e Erasmo Carlos); canções irreverentes, inconformadas, mais agressivas – Quero que vá tudo para o inferno (Roberto Carlos e Erasmo Carlos), Sua estupidez (Roberto Carlos e Erasmo Carlos), Se você pensa (Roberto Carlos e Erasmo Carlos), Vem quente que eu estou fervendo (Carlos Imperial e Eduardo Araújo) e canções com um toque existencialista–Sentado à beira do caminho( Roberto Carlos e Erasmo Carlos) e As curvas da estrada de Santos (Roberto Carlos e Erasmo Carlos).

Todas elas são dirigidas a um “você”, que é o ser amado, são declarações de amor, coloquiais, confessionais. A única que não é assim é Força estranha, que fala do que motiva o cantor. (trechos do texto de Eliete Negreiros)

Serviço

Tupi or Not Tupi - Rua Fidalga 360, Vila Madalena, tel. 3813-7404.

Capacidade: 100 lugares.

Compra de ingressos pelo site: www.tupiornottupi.net

Classificação: Livre.

Acesso a deficientes.

Todos os cartões de crédito e de débito.

Serviço de valet terceirizado. www.tupiornottupi.net.

Horário dos shows - quintas às 21h, sexta e sábado às 21h30.

Sobre a casa

O espaço aberto em Março de 2017 trabalha em duas frentes: música no palco e pratos da cozinha brasileira nas mesas. A cozinha tem assinatura do chef Alexandre Romano.

A Tupi or not Tupi fica no coração da Vila Madalena. É uma casa construída na década de 1950, em um terreno de 500 metros quadrados, sem muros e com pequenos ambientes que levam a um salão principal com capacidade para 100 pessoas sentadas.

Conta com projeto de design de Lee Dawkins, supervisão acústica de Clemente Zular e equipamentos do Estúdio Loop. A Tupi or not Tupi é hoje considerada uma das casas com melhor acústica na cidade de São Paulo.

Por Diogo Locci - SP

Colaborador na RMF/OnLine

#CaixaCuboTrio #ARRIGOBARNABÉ

0 visualização

   ®2020 by Revista Mundo da Fama On Line