• RMF/Mayara Calixto

Espetáculo "A Despedida" volta em cartaz


Com novo elenco, "A Despedida" se apresenta no Teatro Viga, em São Paulo.

Com música ao vivo e tratando de figuras históricas reais, pessoas que existiram ganham vida novamente, desta vez no palco.

A Despedida conta a nossa história, a história do Brasil, e o que somos hoje foi construído por esse caminho, essa história compõe cada um de nós e o nosso conjunto. Quanto mais nos conhecemos e conhecemos de onde viemos, mais entendemos nossa cultura e a maneira como nos organizamos como povo.

Em "A Despedida", Princesa Isabel e sua irmã, Leopoldina, se encontram em meio a flores, lembranças, mito e história, para um embate poético e surpreendentemente humano. O encontro final entre as duas princesas se dá em uma arena etérea e lúdica e é o ponto de partida do espetáculo, que traz essas duas figuras femininas fortes como centro e guia da história. O texto se inspira em um conto de Daniel Defoe,

“A aparição da senhora Veal”, relato de duas amigas de infância, separadas pelas circunstâncias, que se reaproximam em um momento dramático, quando uma delas já está morta. Da mesma maneira, a peça traz um diálogo de despedida pós morte entre Isabel de Orleans e Bragança e Leopoldina de Bragança e Bourbon.

Apesar das duas nunca terem de fato se despedido antes da morte de Leopoldina, que faleceu muito antes que Isabel, de febre tifoide, aos 23 anos, todos os episódios relatados na vida das princesas são baseados em fatos reais, e muitos diálogos foram retirados de documentos históricos e cartas que as duas costumavam trocar.

Imersa em uma arena tomada de flores, antigas cartas, jornais, livros e seu passado, em uma espécie de ringue encenado por Leopoldina, Isabel confrontará suas contradições, guiada pela irmã mais nova, e visitará momentos emblemáticos de sua vida: a lida com a opinião pública, seu pai, o matrimônio arranjado, o senado, a gravidez, o aborto, o amor e a desilusão patriótica.

Isabel foi uma mulher muito importante, que conquistou muitas coisas e acabou meio esquecida pelos livros de história, por nós todos brasileiros. Por isso, é bom sabermos sobre ela, sua coroa, suas humanidades, suas conquistas, suas dualidades e suas falhas.

Essa história tem consequências que até hoje estruturam nossa sociedade, então é sempre atual, e a discussão sobre a humanidade de um indivíduo pode sempre ter lugar em nossas vidas, porque tem muito do que a gente vive na Isabel também.

Nesta temporada, a peça traz novos corpos, novas mentes, novas interações. Com a troca de alguns atores do elenco, a peça muda completamente, mudando o frescor e muito da percepção da personagem. E é essa a beleza do teatro, é vivo, é ao vivo, e a cada sessão, cada plateia, nova fagulhas se acenderão.

O que mais muda é o momento histórico de cada um. Além das mudanças no elenco, a peça está com uma abordagem diferente. Um ano de vivência se passou. Nossa nova temporada é reflexo dessa nova experiência.

Sobre a Cia Meia Um

A Cia Meia Um é um grupo teatral de pesquisa e estudo composto por dez artistas: André Torquato, Andreza Meddeiros, Bruno Gasparotto, Giulia Nadruz, Graziela Bastos, Iuri Saraiva, Nina Dutra, Mateus Ribeiro, Matheus Severo e Rafael Pucca.

O grupo tem como objetivo o resgate de um estudo de linguagem feito de 2009 a 2011, em Brasília, por um grupo teatral de pesquisa e extensão associado à UnB (Universidade de Brasília). O grupo era dirigido por Hugo Rodas, diretor Uruguaio radicado em Brasília desde o final dos anos 70, onde realizou inúmeros trabalhos premiados nacional e internacionalmente.

A partir desse estudo e das trocas de conhecimentos provenientes das diversas formações dos membros da companhia e de sua rotatividade nas conduções dos trabalhos desenvolvidos pelo grupo, a Cia.

Meia Um pretende desenvolver uma pesquisa de linguagem própria e o desenvolvimento de um repertório artisticamente diverso e focado em montagens de dramaturgias inéditas ou pouco conhecidas.

Mídias Sociais:

Instagram: @ciameiaum

facebook.com/ciameiaum

@pilotisproducoes

facebook.com/pilotisproducoes

Patrocínio: Porto Seguro

Apoio: Clínica Reactive, Cabellera - Cabelo e Estética, Motivo - Live Inspirations, Busca Vida, Caio Gallucci Fotografia, Felipe Quintini, Colombo, Planeta's Restaurante, Cantina Luna Di Capri.

SERVIÇO

Temporada 2018 de A Despedida

LOCAL: Teatro Viga, Sala Viga - rua Capote Valente 1323, Pinheiros, São Paulo.

DATA: de 07 a 29/08, às Terças e Quartas

HORÁRIO: sempre às 21:00.

DURAÇÃO: 60 minutos

INGRESSOS ANTECIPADOS: www.sympla.com.br/adespedida

BILHETERIA: a bilheteria, no local, funciona nos dias das apresentações, duas horas antes do início de cada apresentação, a partir das 19h.

Por Mayara Calixto - RJ

Assessoria de Imprensa - Unicórnio Assessoria e Mídia

Colaboradora na RMF/OnLine

#Despedida #TeatroViga

0 visualização

   ®2020 by Revista Mundo da Fama On Line