• RMF/Rozangela Silva

Alusivo ao Dia da Mulher Negra Latina e Caribenha, comemorado dia 25 de Julho.


A empreendedora e militante Elaine Negritude

realizou encontro com mulheres negras, em Madureira.

O local escolhido foi o Salão Fast Braids, na Zona Norte, lugar ideal para roda de conversa com mulheres negras. Descobrir a beleza natural já é um começo, o espaço inclusive é especializado em cabelos afros, ressaltando a cultura brasileira, origem, aceitação e auto estima.

Muitas chegam fragilizadas e têm esse acolhimento, onde podem ser ouvidas, entendem que elas não estão sozinhas, é dada a oportunidade de fortalecer os laços com o povo afro, especificamente com a mulher negra, esses laços são essenciais para o empoderamento e ascensão coletiva, é perceptível e importante estreitar os laços, exteriorizar sentimentos de preterimento.

“O ponto especial é onde percebemos que as nossas lutas são as mesmas, e que as histórias se repetem de formas diferentes e que precisamos nós unir contra esse sistema que aprisiona“, afirma Elaine, e ainda questiona que - "Por que não temos espaços de poder, já que somos a maioria da população negra?”

Fotodivulgação

Bom, lançou a indagação e pelo jeito, ela aguçou o mulherio, reuniu em torno de 30 convidados, maioria mulher, entre 20 e 40 anos, oriundas de diversos locais, de Bangu, da Zona Oeste, Zona Norte, Tijuca e Vila da Penha e até um homem de São Paulo, todos vieram por indicação e convite.

Elaine palestrou, deu orientação e uma legítima aula de empoderamento. "Me lembro o quanto era complicado ser negra na minha época, uma criança negra, o fato do cabelo crespo, sarará, ser considerada uma menina feia por ser negra, e vê que isso dói em todas nós.

E isso não é um caso isolado, toda mulher negra sofreu severamente, feridas que estão há anos abertas, e agora com essa consciência racial, estamos nos amando e curando essa dor, ou seja, agora sim, estamos nos libertando de todo esse fardo social que nos oprimia!", com essa argumento, no houve quem não aplaudisse. Mas não foi só "papo cabeça", houve tempo para um coquetel, sélfies, e claro, dicas de tranças e cortes de cabelos.

E é isso que tem como meta, mexer com a cabeça delas, literalmente. Elaine já tem na agenda a próxima rodada de conversa, não só será lá novamente, em 20 dias, já parceiros desde outros carnavais, como já recebeu convite para coaching em outro bairro.

Por Rozangela Silva - RJ

Assessoria de Imprensa

Colaboradora na RMF

#FastBraids #NegraLatina #ElaineNegritude

3 visualizações

   ®2020 by Revista Mundo da Fama On Line