• RMF

Oscar: os filmes brasileiros que já concorreram à indicação


Confira lista de longas nacionais que foram selecionados para a categoria de melhor filme estrangeiro

Todo ano a academia de cinema americano escolhe quais filmes produzidos no mundo inteiro vão concorrer ao Oscar de melhor filme estrangeiro.

Cabe a cada país recomendar o que considera o melhor da safra para a disputa. Você sabe quais os filmes brasileiros já competiram por uma vaga? E os que já foram indicados, você se lembra? Preparamos uma lista. Clique e confira!

A Morte Comanda o Cangaço (1960) - Filme de Carlos Coimbra e Walter Guimarães Motta foi a escolha brasileira para tentar a vaga na cerimônia como melhor filme estrangeiro.

O Pagador de Promessas (1962) - Filme de Anselmo Duarte, baseado na obra de Dias Gomes, foi indicado na categoria “Melhor filme estrangeiro” e representou o Brasil na cerimônia.

Deus e o Diabo na Terra do Sol (1964) - Clássico de Glauber Rocha é marco do movimento Cinema Novo e tentou a vaga de representante brasileiro na cerimônia de 1965.

São Paulo Sociedade Anônima (1965) - Filme de Luís Sérgio Person foi o concorrente a vaga de melhor filme estrangeiro, mas não foi indicado.

O Caso dos Irmãos Naves (1967) - Outro filme de Luís Sérgio Person que concorreu a vaga, mas não foi indicado ao Oscar é "O Caso dos Irmãos Naves".

O Som ao Redor (2012) - Ambientado no Recife, o filme conta a transformação na rotina causada pela presença de uma milícia. Escolhido como a indicação brasileira na competição do Oscar de melhor filme estrangeiro 2014, mas ficou de fora da cerimônia.

Tropa de Elite 2: O Inimigo Agora é Outro (2010) - Estrelado por Wagner Moura, filme concorreu a vaga, mas não foi indicado como melhor filme estrangeiro.

O Palhaço (2011) - Dirigido e estrelado por Selton Mello, o filme foi a escolha brasileira para concorrer a vaga no Oscar, mas não alcançou indicação.

Que Horas Ela Volta? (2015) - Regina Casé deu vida a uma doméstica no filme que trata, com muita sensibilidade, a relação entre empregados e patrões. Escolhido como representante brasileiro, não conquistou indicação ao Oscar.

Bingo: O Rei das Manhãs (2017) - Filme estrelado por Vladimir Brichta conta a história de Arlindo Barreto, que interpretou o palhaço Bozo na televisão. Bingo foi a escolha do Brasil para concorrer a melhor filme estrangeiro na cerimônia deste ano, mas não foi indicado pela academia americana. cred:noticiasaominuto

#Oscar

0 visualização

   ®2020 by Revista Mundo da Fama On Line