• RMF

5 tipos de fantasia que você não deve usar no carnaval


Além de inapropriado, vestir trajes que representem uma minoria é ofensivo

Apesar de se fantasiar ser algo muito divertido, é necessário pensar se a roupa que você escolheu para ir ao bloco de carnaval ofenderá alguém. Saiba 5 tipos de fantasia que você NÃO deve usar durante a folia:

1 - Índio(a)

Índio ou índia não é fantasia! Você só estará colaborando com um estereótipo. Não use um cocar para curtir o bloco enquanto a população indígena é vítima de genocídio.

Mesma regra vale para muçulmanos, judeus, asiáticos. Paolla Oliveira foi uma das que usou e recebeu diversas críticas.

2 - Blackface

Esse termo se refere a quem pinta a cara de preto e usa peruca black power para representar uma pessoa negra. Se fantasiar de “nega maluca”, Saci, Tia Nastácia é caso de racismo pois ridiculariza os negros.

O blackface surgiu por volta de 1830, quando homens brancos se pintavam de preto (de forma caricata) e se apresentavam para a aristocracia branca com o objetivo de satirizar a população negra. O mesmo vale para os orientais, no que é chamado de "yellowface".

3 - Escravidão

Quem acabou cometendo essa gafe neste carnaval foi a blogueira Tata Estaniecki, que foi ao tradicional Baile da Vogue usando um acessório no rosto que, segundo ela, era uma homenagem aos escravos. Internautas logo afirmaram que a escolha da blogueira foi racista e que ela estava homenageando uma forma de tortura.

4 - Hitler ou Porão do Dops

Em 2005, o príncipe Harry chocou a todos ao usar um uniforme nazista numa festa de Halloween na Grã-Bretanha e, em pleno 2018, há pessoas que tentaram organizar um bloco de rua em São Paulo chamado Porão do Dops.

A Justiça já proibiu e disse que os responsáveis devem "se abster de utilizar expressões, símbolos e fotografias que possam ser claramente entendidas como 'apologia ao crime de tortura' ou a quaisquer outros ilícitos penais, seja através das redes sociais, seja mediante desfile ou manifestação em local público". Então não, não é divertido se fantasiar de ditadores ou torturadores.

Fotodivulgação

5 - 'Negão do WhatsApp'

Outro tipo de fantasia que causará sua demissão de um cargo alto numa empresa multinacional é essa.

Um funcionário da Salesforce escolheu se vestir de "Negão do WhatsApp", personagem que ficou famoso ao se tornar meme no aplicativo de bate-papo do Facebook, na festa de fim de ano da empresa.

Fotodivulgação

#Fantasias

7 visualizações

   ®2020 by Revista Mundo da Fama On Line